Estudante de Mato Grosso apresenta projeto na Indonésia


JOVENS CIENTISTAS
Estudante do município de Querência vem acumulando prêmios com o projeto ‘Quina no Tratamento dos Esporões Calcâneos’
Volney Albano/Assessoria

Estudante Guilherme Weber, vencedor da Mostratec 2012 (Divulgação)

O projeto a ‘Quina no Tratamento dos Esporões Calcâneos’ desenvolvido pelo estudante Guilherme Weber, 18, ex-aluno da Escola Estadual Querência, localizada no município de mesmo nome, (952 km de Cuiabá) será apresentado na Conferência Internacional de Jovens Cientistas (ICYS), em Bali na Indonésia. A ICYS ocorrerá de 15 a 22 de abril deste ano, com participação de estudantes de mais de 20 países.

A viagem e representação de Mato Grosso no evento internacional foram conquistadas após vitória de Weber na Mostra Brasileira de Ciência e Tecnologia (Mostratec) 2012, que ocorreu em Novo Hamburgo (RS), em outubro do ano passado. Na ocasião, o estudante também recebeu como premiação a indicação de que terá o trabalho publicado ainda esse ano em artigo científico, na revista da Associação Brasileira de Incentivo a Ciência (Abric).

“Participei na categoria Medicina e Saúde com projetos apresentados por estudantes de diversos países e conquistamos os prêmios em disputa. Como na época eu já havia concluído o ensino médio, o projeto não concorreu para classificação”, disse. Ele ressalta que no evento em Bali terá a oportunidade de apresentar o trabalho para uma banca de 20 jurados internacionais. “Estou muito feliz com a possibilidade de levarmos o projeto, que teve início na nossa Escola pública em Querência, para um evento no outro lado do mundo”, afirmou.

A pesquisa desenvolvida por Weber sob orientação dos professores Ricardo Rodrigues de França e Egon Weber, trata-se de um produto farmacêutico (óleo) capaz de eliminar os esporões calcâneos (joanetes), que afligem muitas pessoas. A essência da fórmula é baseada na quina, uma planta muito comum no cerrado mato-grossense. Segundo Weber, com base na substância extraída da folha da quina eles criaram uma nova substância que “quando aplicada sobre a pele onde está o esporão é capaz de dissolvê-lo”.

Prêmios

Além da vitória na Mostratec e a seleção para participação na ICYS, Guilherme Weber venceu a primeira Feira Latino-americana de Empreendimentos Produtivos, Ciência e Tecnologia (Exposicion Latinoamericana de Empreendimentos Productivos, Ciência y Tecnologia) realizada na cidade de Ambato, no Equador, em abril de 2012. A Feira Latinoamericana rendeu ao estudante 1.500 dólares, duas câmeras filmadoras, um troféu, livros científicos e presentes típicos do Equador.

Para participar da Feira, o projeto do mato-grossense ficou bem colocado nas feiras de Ciências realizadas em âmbito estadual e nacional. “Nosso trabalho ficou nas primeiras colocações na Feira de Ciências da nossa Escola, realizada no início de 2011. Depois foi classificado na Feira Municipal, participamos da V Mostra Estadual de Ciências que ocorreu em Cuiabá, em seguida da Semana Nacional de Ciências, que também aconteceu na capital do Estado”, disse.

Guilherme Weber também venceu a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), que ocorreu em março de 2012, na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli/USP). “Na ocasião ganhamos o prêmio de destaque nacional pela revista Segmento e fomos convidados para irmos para o Equador”, finalizou.

Deixe seu Comentário