Forbes evidencia importância das universidades brasileiras


ENSINO SUPERIOR
Publicação chama atenção para a USP e cita outras instituições
Yahoo! Brasil
USP é constantemente classificada como a melhor universidade da América Latina (Foto: Google Imagens)

USP é constantemente classificada como a melhor universidade da América Latina (Foto: Google Imagens)

São Paulo – Um artigo publicado no site da Forbes nesta sexta-feira (10) destaca a importância das universidades brasileiras dentre as contribuições que o Brasil deve dar ao mundo no século 21.

A publicação, escrita por um empresário norte-americano que, atualmente, reside em São Paulo, diz que a mídia dá pouca atenção ao setor, priorizando, entre outros assuntos, temas como a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos, fazendo com que muitas pessoas fora do meio acadêmico nunca tenham ouvido falar nas universidades brasileiras e do importante papel que elas exercem no recente sucesso nacional, por meio da educação, do pensamento de liderança e inovação tecnológica.

Uma prova desse sucesso, diz o autor, seria o fato de que muitas universidades brasileiras têm parcerias de longa data com renomadas instituições no exterior, além de algumas instituições estarem se posicionando no País, como a Harvard, que tem um escritório em São Paulo, ou a Universidade do Sul da Califórnia, que recentemente teria lançado um programa focado no recrutamento de estudantes brasileiros.

Universidades
Ainda sobre as universidades brasileiras, o artigo ressalta que, ao contrário do que ocorre nos Estados Unidos, as melhores instituições nacionais são públicas e gratuitas. Neste sentido, ele chama a atenção para a USP (Universidade de São Paulo), que é constantemente classificada como a melhor universidade da América Latina.

Outras instituições destacadas pela publicação são a Unesp (Universidade Estadual Paulista), a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e o ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), que ela diz ser apelidado por muitos como o “MIT brasileiro”.

O artigo também evidencia o sucesso das escolas de negócios do Brasil, globalmente reconhecidas. Neste caso, o destaque ficou com a Fundação DOM Cabral, a FEA USP e a FGV (Fundação Getulio Vargas).

Para terminar, o artigo prevê que o Brasil, por meio de suas universidades, deve liderar, neste século, as pesquisas sobre produção de energia e segurança alimentar, além de dominar áreas como política mundial e liderança empresarial.

Deixe seu Comentário